ESPAÇO DE ENCONTRO E REFLEXÃO ENTRE CRISTÃOS HOMOSSEXUAIS em blog desde 03-06-2007
comentar
publicado por Riacho, em 30.09.09 às 22:02link do post | favorito

 "Morre lentamente quem não viaja,

Quem não lê,
Quem não ouve música,
Quem destrói o seu amor-próprio,
Quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente quem se transforma escravo do hábito,
Repetindo todos os dias o mesmo trajecto,
Quem não muda as marcas no supermercado,
não arrisca vestir uma cor nova,
não conversa com quem não conhece.

Morre lentamente quem evita uma paixão,
Quem prefere O "preto no branco"
E os "pontos nos is" a um turbilhão de emoções indomáveis,
Justamente as que resgatam brilho nos olhos,
Sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.

Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho,
Quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho,
Quem não se permite,
Uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.

Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da Chuva incessante,
Desistindo de um projecto antes de iniciá-lo,
não perguntando sobre um assunto que desconhece
E não respondendo quando lhe indagam o que sabe.

Evitemos a morte em doses suaves,
Recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior do que o
Simples acto de respirar.
Estejamos vivos, então!»

Pablo Neruda


comentar
publicado por Riacho, em 08.09.09 às 23:35link do post | favorito

 "A Bíblia contém seis condenações aos homossexuais e 362 aos heterossexuais. Isso não quer dizer que Deus não ame os heterossexuais. Significa apenas que eles precisam de mais supervisão"

 

Lynn Lavner

 


comentar
publicado por Riacho, em 29.08.09 às 23:47link do post | favorito

 

"Jesus chamou de novo a Si a multidão e começou a dizer-lhe: «Escutai-Me e procurai compreender. Não há nada fora do homem que ao entrar nele o possa tornar impuro. O que sai do homem é que o torna impuro; porque do interior do homem é que saem as más intenções: imoralidades, roubos, assassínios, adultérios, cobiças, injustiças, fraudes, devassidão, inveja, difamação, orgulho, insensatez."


Marcos 7, 1-8.14-15.21-23


comentar
publicado por Riacho, em 25.08.07 às 20:16link do post | favorito

Conversa com Maurice

 

Pois depois de ter contactado Frederico Lourenço (uma pessoa fantástica, que tive o prazer de conhecer pessoalmente há uns meses atrás em Lisboa), contactei (melhor... fui contactado por Maurice o autor do blog com o mesmo nome).

Ambos os autores já tinham conhecimento da dinâmica do Riacho e da importância dela. Sinto-me bem, também hoje, ao falar com um turista espanhol, que viveu muitos anos em Lisboa, criado dos 8 aos 18 anos num colégio de padres, e que contente ficou e deu a devida importância ao Riacho. Falou-me do movimento em Espanha de homossexuais católicos e da importância desses grupos na luta contra a homofobia na vizinha Espanha.

 

Gosto e admiro muito Frederico Lourenço, pela sua escrita, partilha e por me fazer sonhar com o Amor. Admiro Maurice, pelo que escreve e pela "ousadia" de me ter ligado. Na sua voz ao telefone senti "Força Riacho"; no meu recente "amigo" espanhol, a sensação "Boa Portugal".

 

Queria partilhar isto convosco, porque às vezes sinto que esta "coisa do Riacho" parece ser coisa só de 2 ou 3, que não é importante, que os homos cristãos não precisam ou se interessam por  "isto"?..... Ufa... já tá! Porra!!!!!!!

 

CARTAZES

 

Falava-se há uns posts atrás dos cartazes do "Riacho" e poucos foram os comentários. Gostava de acrescentar algo: Gosto imenso dos cartazes que por aí giram nas ruas de Lisboa contra a discriminação, mesmo a sexual. Bem feitos, nada agressivos e de bater palmas!!!!

 

Surge-me a ideia de colaborar com estas associações, fazer trabalho conjunto para a dignificação da pessoa, do Homem, seja qual for a sua raça, credo, cor, orientação sexual...

 

No arraial Pride inscrevi-me como voluntário na ILGA, ainda não recebi nenhum contacto. Falei na barraquinha da ILGA com os presentes e perguntei se não sentiam a necessidade de ter um contacto de alguém (entenda-se Riacho) que fosse esclarecimento, apoio, até mesmo presença nos debates, ideias, projectos...

Acharam a ideia fantástica... mas pena ainda não me contactaram, será que devemos voltar ao contacto?

 

"oh como é bom  e agradável, viver juntos em harmonia"!

 

Como podem constatar não possuo a capacidade organizativa e de expressão de um F. Lourenço ou de um Maurice, mas tenho aqui estes macaquinhos no sótão e venho deitar achas na fogueira.

 

Estou farto de ver passar navios, Jesus veio para lançar o fogo e como Ele queria que já estivesse aceso.

 

Fraternalmente em Cristo

 

Quim

 


comentar
publicado por Riacho, em 17.08.07 às 00:10link do post | favorito

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
Tentei substituir pessoas insubstituíveis
E esquecer pessoas inesquecíveis.
Já fiz coisas por impulso
Já me decepcionei com pessoas

Quando pensei nunca me decepcionar,
Mas também decepcionei alguém.
Já abracei para proteger,
Já ri quando não podia,
Já fiz amigos eternos
Já amei e fui amado,
Mas também
Já fui rejeitado.
Já fui amado e não soube amar,
Já gritei e pulei
De tanta felicidade,
Já vivi de amor
E fiz juras eternas,
Mas "quebrei a cara"
Muitas vezes!
Já chorei a ouvir música e a ver fotos,
Já liguei só para escutar uma voz,
Já me apaixonei só por um sorriso,
Já pensei que fosse morrer de tanta saudade
E...
...tive medo de perder alguém especial
(e acabei por perder)! Mas sobrevivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida...
E tu também não devias passar. Vive!
Bom mesmo é ir à luta com determinação,
Abraçar a vida e vivê-la com paixão,
Perder com classe e vencer com ousadia,
Porque o mundo pertence a quem se atreve
E... a VIDA É MUITO
Para ser insignificante!


Texto de Charlie Chaplin


Palavras para quê... continuação de boas férias para todos os riachenses.

 

Zé (Évora)


mais sobre nós
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
Website counter
blogs SAPO